quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Saindo da Matrix


“O conceito matemático de Matriz [= Matrix, em inglês] consiste em uma ordenação adequada de símbolos [normalmente números] no espaço. Em duas dimensões, essas ordenações são chamadas de 'linhas' [na horizontal] e 'colunas' [na vertical]”. 

"Somos emanações divinas presentes eternamente no infinito AGORA. Tudo que observamos são nossas criações mentais. Tempo e espaço são conceitos ilusórios que criamos, formando uma prisão, que podemos chamar de 'Matriz'. A única verdade é o Amor Infinito - todo o resto é ilusão.

Nós não enxergamos com os nossos olhos, nós enxergamos com o nosso cérebro! No caminho dos olhos até o córtex visual, região cerebral responsável pela “fabricação” da visão (gnosia visual), os lobos temporais editam e reconstroem até 50% ou mais da informação original que entra através da retina e nós apenas “vemos” o que o cérebro, com todas as suas realidades condicionadas, decide o que ele está vendo." (http://www.umanovaera.com/david_icke/Matrix.htm)

Sermos escravos desse processo mental, condicionado por crenças que nos passam logo que começamos nossa jornada nesse mundo, é o que nos leva a um conflito entre a mente e a alma. A mente, que deveria estar a serviço da alma, subjuga nossos desejos mais profundos, e nos faz acreditar em ilusões que se nos apresentam todo o tempo, no fazendo acreditar na limitação do nosso ser. Nossa alma, subjugada, plena de desejos sofre com os conflitos gerados pela nossa mente totalmente "mundalizada" e tudo isso é traduzido em doenças.
A doença nada mais é, do que um sinal de que alguma coisa entre a alma e a mente não anda bem!
Os florais de Bach, nos auxiliam no processo de auto-conhecimento. São uma ferramenta preciosa na conquista do nosso ser interior, nosso Eu Real. Essências como o Agrimony, por exemplo, nos faz colocar nossas máscaras por terra, para finalmente nos encontrarmos com nossa própria essência, a mais pura, a mais elevada, e também, a mais desconhecida por nós mesmos.

por Sandra Baptista



Um comentário:

  1. amei o texto, imagine a cpacidade do nosso cérebro e concordo, o agrimony, ele nos ajuda a revelar a verdade das profundezas do nosso ser, faz com que encaremos com olho bem abertos a vida como ela é... adoro esse floral, já me fez revelações lindas....... beijo, paz e luz

    ResponderExcluir

Paz profunda!!!

Seja bem-vindo!

Aqui é um espaço criado para postagens de textos que levem a uma reflexão sobre a História do Dr. Edward Bach, e suas essências.
Sempre uma novidade!!!