sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Grupo do Cuidado Excessivo com os Outros

Algumas pessoas interferem na vida dos outros sendo possessivas, dando algo para depois cobrar. Outras querem conduzir o próximo, tentando convencê-lo das verdades que encontram para si mesmas. Há também as que consideram os demais incapazes, sem muita inteligência. E ainda as que impõem a si próprias, regras que seguem rigorosamente, privando-se até dos prazeres da vida procurando ser um exemplo vivo para os demais.
Para todas elas o Dr. Bach encontrou essências que restauram o equilíbrio, possibilitando que elas respeitem os demais e desfrutem mais plenamente a vida.

Chicory
"No momento em que tivermos dado completa liberdade a todos os que nos rodeiam, quando não mais desejarmos atar e limitar, quando não esperamos mais nada de ninguém, quando pensarmos apenas em dar e nunca tomar, então nesse momento veremos que estamos livres de todas as coisas deste mundo: nossas cadeias se romperão pela primeira vez na vida, e conheceremos a extraordinária alegria da perfeita liberdade."

Vervain
"Não nos pedem que sejamos todos santos, mártires ou pessoas de renome: à maioria de nós estão reservados trabalhos menos notáveis, mas se espera que entendamos as alegrias e as aventuras da vida e que cumpramos o quinhão de trabalho que a Divindade reservou para nós."



Vine
"Não temos o direito de interferir na vida de nenhum dos filhos de Deus. Cada um de nós tem seu próprio trabalho a realizar e somente nós temos o poder e o conhecimento necessários para aperfeiçoá-lo. É somente quando esquecemos deste fato e tentamos impor nosso trabalho aos outros, ou permitimos que interfiram  nele, que o atrito e a desarmonia ocorrem em nosso ser."

Beech
"Devemos ser mais tolerantes, indulgentes e compreensivos quato as diferentes formas pelas quais cada indivíduo e cada coisa trabalha pela sua perfeição final."

Rock Water
"É preciso manter o pensamento flexível, a fim de que as idéias preconcebidas e convicções antigas não roubem a oportunidade de obter conhecimentos novos e mais amplos. Devemos estar sempre pronto a expandir a mente e a descartar qualquer idéia, mesmo que firmemente enraizada se, sob uma experiência mais ampla, surgir uma verdade maior."

Do livro,  Cura-te do Dr. Edward Bach

(fragmentos retirados do livro Aprenda a ser feliz com os florais de Bach. PARONI, Celso. PARONI, Mara.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paz profunda!!!

Seja bem-vindo!

Aqui é um espaço criado para postagens de textos que levem a uma reflexão sobre a História do Dr. Edward Bach, e suas essências.
Sempre uma novidade!!!